Centro de Diagnóstico Ultrassonográfico Especializado em Imagem da Mulher
Centro de Referência no Diagnóstico de Endometriose Profunda

Rua Casa do Ator, 1.117, cj. 72 - V. Olimpia - 04546-004 - São Paulo - SP
E-mail: recepcao@chamie.com.br
Tel.: (11) 3841-9570 / 3842-0807 / 9.8914-5454

Sinéquias Uterinas

As sinéquias uterinas representam áreas de cicatrizes/aderências no interior da cavidade do útero, que podem ser discretas e focais ou severas e difusas, com importante distorção anatômica associada. São em geral decorrentes de curetagens realizadas após abortamentos, porém também podem ser observadas após processos inflamatórios endometriais (endometrites) ou qualquer procedimento cirúrgico que envolva a cavidade uterina, como por exemplo a remoção de miomas, pólipos endometriais ou correção de malformações no útero.
 
Os principais sinais e sintomas associados à presença de sinéquias são alterações percebidas no ciclo menstrual, tais como ausência de sangramento ou mesmo fluxo diminuído, além de dificuldade para engravidar, abortamentos ou problemas obstétricos (parto prematuro, placenta prévia e acretismo placentário).
 
O diagnóstico por imagem pode ser realizado através da histerossonografia, que consiste na distensão da cavidade uterina por solução salina durante o exame ultrassonográfico transvaginal. Recentemente, com o emprego da metodologia 3D, as imagens podem ser posteriormente reconstruídas nos diferentes planos ortogonais, possibilitando melhor análise do sítio de sinéquia/aderência, facilitando o planejamento cirúrgico histeroscópico.
 
Outros métodos como a ultrassonografia transvaginal convencional, a histerossalpingografia e a ressonância magnética da pelve também podem demonstrar alterações endometriais que sugiram a presença de sinéquias.